Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Tiago Ribeiro renuncia às funções de cabo

Em comunicado, Tiago Ribeiro expõe o porquÊ decisão de renúncia às funções de cabo do Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita.
09 de Abril de 2013 - 11:09h Notícia por: - Fonte: - Visto: 924
Tiago Ribeiro renuncia às funções de cabo

Eu, Tiago Ribeiro, venho por este meio comunicar a minha decisão de renúncia às funções de cabo do Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita, por motivos de ordem pessoal e familiar.

Orgulho-me de ter estado ao serviço deste grupo durante dezasseis anos, onde tentei dar o meu melhor, enquanto forcado, sempre honrando a jaqueta que me foi confiada.

Posso afirmar que neste grupo passei os melhores anos da minha vida e que consequentemente, conheci homens extraordinários, criando, assim, grandes amizades que se irão perpetuar para o resto da minha existência.

Quero deixar uma palavra de amizade a todos os elementos (antigos, actuais e ex cabos) do meu grupo e agradecer-lhes toda a confiança que depositaram em mim ao longo destes tempos.

Gostaria de agradecer a todos os empresários; cavaleiros; toureiros; directores de corrida; forcados (dos restantes grupos) e aficionados o respeito e o carinho que, permanentemente, tiveram para comigo.

Contudo, sem menosprezando ninguém, sinto-me no dever de dar uma congratulação especial ao João Simões e ao António Manuel Barata Gomes, que sempre estiveram a meu lado, nos bons e nos maus momentos da minha carreira de forcado.

Reconheço, o papel importante, que a minha família e amigos tiveram na minha vida de forcado, mas sobretudo de cabo.

Por ultimo, quero desejar sorte ao meu sucessor, José Pedro Pires da Costa, no qual tenho uma enorme confiança e sei que desempenhará a sua função de cabo na perfeição.


Mais uma vez obrigado por tudo…

Tiago Ribeiro

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.