Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Gestoiro vetada pela ANGF em 2013

Em assembleia geral da Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF), a Gestoiro foi vetada pela associação para a temporada de 2013, motivada pela proposta da contratação de um grupo com a condição de venda obrigatória de 150 bilhetes.
05 de Abril de 2013 - 11:52h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1187
Gestoiro vetada pela ANGF em 2013

Fernando Potier e José Luís Gomes deram a 2ª conferência de imprensa da Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF) em 11 anos de existência.

Isto porque pela primeira vez na história da associação, chegou uma queixa de um grupo de forcados para com uma empresa, alegando que a empresa propôs a contratação do grupo, com a condição de venda obrigatória de 150 bilhetes.

Após a recepção da queixa, que foi interposta pelos Amadores do Aposento da Chamusca para com a empresa Gestoiro, a ANGF reuniu com ambos os intervenientes de forma a apurar a veracidade dos factos. Segundo Potier, a reunião foi clarificadora e não sobrou ponta de dúvida sobre os argumentos dos homens das jaquetas.

Assim, a ANGF reunida em assembleia geral no dia 2 de Abril, sujeitou à votação dos 38 cabos, o veto à empresa Gestoiro durante a temporada de 2013, com o resultado aprovado.

Fernando Potier acrescenta que se algum dos grupos associados aceitar pegar numa corrida da Gestoiro será sancionado. Há 3 sanções possíveis: repreensão escrita; suspensão; e expulsão, sendo a mais previsível neste caso a da expulsão.

Há porém duas excepções a aplicar. A primeira ao grupo de Beja, que mudará de cabo durante a temporada na corrida da Ovibeja, corrida da qual é a Gestoiro a promotora, que já estava assumida e que a Associação decidiu levar por diante para não prejudicar a festa do grupo na praça da sua terra. A segunda para um outro grupo associado, que poderá mudar também de cabo esta temporada e que no caso de assim ser, poderá pegar para a Gestoiro, se for a praça da sua terra natal.

A ANGF relembra que os montantes para a contratação de um grupo associado estão no intervalo compreendido entre os 400€ e os 1750€, dependendo da categoria da praça e do nível em que o grupo contratado detém, pelo número de corridas pegadas na temporada anterior.

Apesar de este tema ter absorvido a quase totalidade da conferência de imprensa, a ANGF ainda fez saber que os grupos do Cartaxo e de Alenquer requereram por carta até 31 de Dezembro de 2012, a entrada na associação, tendo sido ambas reprovadas em votação na mesma assembleia geral de dia 2 de Abril.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.