Sábado, 21 de Setembro de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Académicos de Elvas em digressão na Venezuela

Forcados Amadores Académicos de Elvas contam ao Taurodromo.com como foram os três primeiros dias de digressão na Venezuela.
19 de Fevereiro de 2012 - 15:47h Notícia por: - Fonte: - Visto: 916
Académicos de Elvas em digressão na Venezuela

Os Forcados Amadores Académicos de Elvas  pelo terceiro ano consecutivo abrem a temporada taurina na América do Sul,onde participam na Feira Internacional del Sol.

António Patrício cabo do grupo faz um breve diário ao Taurodromo.com dos três primeiros dias dos Académicos de Elvas na Venezuela.

1º Dia(15-02-2012)

A nossa digressão à Venezuela começou no aeroporto de Lisboa às 8:00h. Daqui partimos para Madrid, onde fizemos escala, durante duas horas. Depois apanhámos novo voo este sim para a Venezuela. Após nove horas de voo aterramos em Caracas, onde passámos essa noite.

2º Dia (16-02-2012)

No segundo dia continuo a cansativa viagem, levantamo-nos as 5 da manhã para continuar a nossa viagem até Mérida. Saímos do aeroporto de Caracas com destino ao aeroporto de Vigia às 07:00h. Chegámos ao aeroporto de Vigia as 08.30, onde apanhámos por fim um autocarro com destino a Mérida. Após alguns imprevistos relacionados com o mau tempo dos dias anteriores, houve algumas derrocadas e por isso tivemos que ir por caminhos de cabras chegando só a Mérida duas horas depois do previsto.

Já em Mérida e depois de instalados e bem recebidos como é hábito, fomos a novilhada onde nos começamos novamente a habituar a esta aficcion Venezuelana. A qualidade geral da novilhada foi fraca mas tivemos a oportunidade de ver um toiro da ganadaria que vamos pegar no Domingo. Depois da corrida, António Patrício, Gonçalo Machado, Luís Machado e Tiago Caldeira Fernandes, foram a uma rádio local onde houve uma divertida entrevista, e, os restantes elementos foram jantar no hotel.

3º Dia (17-02-2012)

Este foi o primeiro dia da Feira del Sol, pois foi a primeira corrida de abono. Na parte da manhã aproveitamos o bom tempo para estar na piscina do hotel e descansar um pouco. À tarde fomos a corrida de toiros com um cartel de figuras, em que o novilheiro Venezuelano El Califa de Aragua tomou alternativa de matador das mãos de El Juli e como testemunha Sebastian Castella. O ambiente na praça é alucinante pois a festa é vivida com grande emoção e toda a gente nos recebe como verdadeiras figuras. A corrida foi boa cortaram-se 5 orelhas, El Califa cortou 1 orelha no seu toiro de alternativa, El Juli cortou 3 saindo em ombros pela porta grande e Castella 1 orelha. Depois da corrida houve um jantar animado no hotel e depois fomos para uma discoteca em Mérida chamada Brangus.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.