Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Confirmadas suspeitas da PRÓTOIRO: fraudes em "O Meu Movimento"

Comunicado da PRÓTOIRO: Sobre as fraudes confirmadas no "Meu Movimento" no Portal Governo.
31 de Agosto de 2012 - 22:15h Notícia por: - Fonte: - Visto: 917
Confirmadas suspeitas da PRÓTOIRO: fraudes em

A PRÓTOIRO envia comunicado acerca das fraudes detectadas no "Meu Movimento" do portal do governo que vai na sua segunda edição, sendo que a 1ª edição foi ganha por um movimento antitaurino, que foi denunciado na altura, terá falsificado as votações.

 

"A coordenadora do Portal do Governo, Marta Sousa, confirmou que os resultados de “O Meu Movimento” foram falseados, estando apurados, até ao momento, a criação de cerca de 3000 registos falsos que possibilitaram a distribuição por diversos movimentos de 10.676 votos falsos.

A PRÓTOIRO foi a primeira entidade a questionar a veracidade dos votos na primeira edição de “O Meu Movimento”, fazendo divulgação pública do assunto e encaminhando para quem de direito as suas suspeitas. As declarações de Marta Sousa apenas confirmam as suspeitas então avançadas, e legitimam o descrédito e falta de rigor que a PRÓTOIRO encontrou desde a primeira hora na iniciativa do Governo.

A PRÓTOIRO, através do seu Departamento Informático, analisou então, e continuou a acompanhar, o desenvolvimento das votações sendo que, da primeira edição para a segundo de “O Meu Movimento” foram criadas algumas capacidades informáticas para evitar a fraude. Não obstante, e se fácil era no primeiro ciclo de votações a inserção de votos fraudulentos, essa capacidade, como agora fica provado, continua a existir. Neste momento, a credibilidade das votações ficou irremediavelmente destruída.

Assim a PRÓTOIRO entende que se deve questionar a autenticidade e veracidade dos votos no primeiro e actual ciclo de votações, sob pena de se perder a legitimidade e credibilidade de “O Meu Movimento”.

Quanto às votações que agora decorrem, exige-se do Portal do Governo que identifique e divulgue, detalhadamente, quais os movimentos que receberam votos fraudulentos, e em que quantidades. Para que a legitimidade seja garantida, as votações devem voltar a zero e devem ser tomadas medidas para uma verdadeira validação dos votantes, com a autenticação através de um documento de identificação oficial, como o Cartão do Cidadão ou o Cartão de contribuinte. Rigor, certeza e credibilidade exigem-se desta iniciativa do Governo. Sem estas medidas não poderá ser dado crédito algum aos resultados que venham a ser obtidos.

No que à PRÓTOIRO diz respeito, face ao descrédito que sempre acompanhou esta iniciativa do Governo Português, e até que provas sejam dadas em contrário, o nosso Primeiro-Ministro recebeu no dia 8 de Maio de 2012 uma FRAUDE ANTITAURINA. Um modus operandi típico entre estes grupos, com várias situações irregulares já identificadas.

O Governo de Portugal tem de se afastar imediatamente destas fraudes, pois se nada fosse feito estaria a atacar a verdadeira cidadania e teria de se responsabilizar por fazer política baseada na fraude e na mentira".

 

PRÓTOIRO

Em defesa da Cultura portuguesa, da nossa Identidade e Liberdade.
Federação Portuguesa das Associações Taurinas

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.