Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Balanço da Temporada por Pedro Silva dos Amadores de Salvaterra de Magos

Pedro Silva, cabo do Grupo de Salvaterra de Magos, falou com o Taurodromo.com e fez um balanço da temporada 2011 do grupo.
20 de Novembro de 2011 - 19:42h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1128
Balanço da Temporada por Pedro Silva dos Amadores de Salvaterra de Magos

Pedro Silva é o cabo do Grupo de Forcados Amadores de Salvaterra de Magos desde 2009, sucedendo a Joaquim Mendes e Luís Almeida. Na temporada que terminou o grupo completou oito anos de actividade.

(A fotografia foi retirada do blog do grupo)

 

Taurodromo - Como considera que correu a temporada 2011 para o grupo?
Pedro Silva - A temporada de 2011 foi uma temporada muito positiva para o grupo pela forma como todos os elementos encararam os desafios que fomos tendo pela frente. Onde demonstrámos ter um grupo coeso e capaz de superar os desafios que encontrámos durante a temporada.

T - Quais os melhores e piores momentos do grupo na temporada 2011 que gostaria de destacar?
PS - Gostava de destacar nos melhores momentos a coesão e eficácia do grupo, a prestação de novos elementos que fui lançando durante a temporada e os troféus que o grupo conseguiu conquistar durante a temporada de 2011. Nos piores momentos, sem dúvida que foram as lesões que são sempre de lamentar. Outro aspeto que gostava de realçar é o número de corridas que o grupo fez, pois tendo um número elevado de elementos, o historial do grupo, a capacidade e o desempenho que grande parte dos forcados têm demonstrado durante as últimas temporadas, torna-se dificil gerir um grupo de homens quando o número de corridas é baixo e o grupo tem capacidade e vontade para muito mais.

T - Qual a ganadaria que o grupo mais gostou de pegar na temporada 2011?
PS - Gostaria de destacar duas ganadarias, na primeira corrida da temporada do grupo onde pegamos toiros da ganadaria Passanha Sobral que fez a sua apresentação em Portugal, a segunda a ganadaria de José Luís Pereda, uma ganadaria muito exigente para os forcados, onde o grupo teve á altura do desafio com enorme coesão e eficácia.

T - No defeso, há possibilidade de rumar ao estrangeiro para pegar?
PS - Neste momento há possibilidade de podermos rumar ao estrangeiro, mas ainda nada definido, esperamos que essa possibilidade se torne uma realidade, pois as corridas não são muitas e as que aparecem são sempre bem vindas. O grupo tem tido a possibilidade de todos os anos poder atuar no estrangeiro o que para nós é muito gratificante poder representar o país e promover a cultura e a tradição que é das coisas mais valiosas que temos no nosso país.


T - A temporada de 2012, será finalmente a temporada com bandarilhas de segurança?
PS - Neste aspeto penso que todos os intervenientes diretos e todos os aficionados em geral têm a mesma opinião que eu, para bem da festa era bom que as bandarilhas de segurança na temporada de 2012 fossem obrigatórias, pois assim poderiamos evitar muitos dos acidentes que têm acontecido nas nossas Praças.


T - Na temporada de 2012, prevê-se uma diminuição do numero de corridas a realizar com o acréscimo do valor do IVA. O que espera da temporada de 2012?
PS - Esse é um aspeto que me preocupa bastante, pois derivado ao acréscimo do valor do IVA naturalmente o número de corridas irá diminuir o que torna mais dificil para mim na qualidade de Cabo do grupo e tendo eu a obrigação de angariar corridas para o grupo o que já não foi facil nos últimos anos nesta próxima temporada torna-se ainda mais dificil conseguir esse objetivo. Onde poderei só contar com a confiança e o valor do grupo junto dos empresários e a sua boa vontade.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.