Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Tarde amena em Reguengos

Meia casa forte para uma tarde de média emoção
13 de Junho de 2011 - 10:17h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1723
Tarde amena em Reguengos

Mais de meia casa preenchida e uma tarde de muito calor para assitir a um corrida de importante cartel na homenagem a José Mestre Baptista.

A tarde ficou porém, um pouco aquém do expectável, apesar de vários bons momentos se haverem registado.

Na primeira parte do espectáculo, João Moura lidou um Murteira Grave pesado e limitado de força. Ainda assim, o maestro soube transformar o nada em muito, e, mercê da brega em ladeares justos, sacou uma lide de boa nota mesmo que lhe tenha impossível disfarçar a má condição do exemplar. No seu segundo não foi tão eficaz, apesar da maior mobilidade do toiro. Ainda assim o cavaleiro zelou de entender os terrenos e não descansou até encontrar a reunião certa, cravando vários ferros de nota.

Rui Salvador foi mais apagado no seu primeiro toiro que não teve mobilidade. Andou regular mas não conseguiu extrair para os ferros a devida emoção.

Já na segunda parte, Rui Salvador esteve soberbo! Frente a um toiro que colaborava mas que tanto pedia espaço como exigia que lhe pisassem os terrenos, Rui Salvador viu-se entregue a 100% à lide, recusando peremptoriamente a intervenção dos seus subalternos, tal a verdade da entrega e o entendimento com o exemplar.

Por sua vez João Salgueiro foi muito emotivo na primeira parte. Chegando às bancadas com efusão, o cavaleiro não fez mais do que aproveitar a boa condição do toiro que lhe coube, para uma lide bem conseguida. Entre pronunciados ferros ao corno contrário rematados à pirueta e bregas alegres, a função foi uma das mais aplaudidas da tarde. No seu segundo não teve tanta sorte. Mais parado, este toiro exigia muita cadência nas execuções. Assim, apesar de esforçado, Salgueiro não chegou com a mesma alegria às bancadas.

As pegas estiveram a cargo dos Amadores de Alcochete e de Monsaraz.

Pelos Amadores de Alcochete Nuno Santana concretizou à segunda tentativa e Rúben Durte e Pedro Belmonte à primeira.

Por Monsaraz pegou o cabo David Rodrigues ao segundo intento, Hugo Torres à primeira, e Fábio Pires à terceira na dobra de Nelson Campaniço.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.