Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Jornada ao toureio na Catalunha em Vila Franca

Jornada ao toureio na Catalunha no Tentadero do Cabo em Vila Franca promovida pelo Clube Taurino Vilafranquense.

30 de Novembro de 2010 - 10:43h Notícia por: - Fonte: Clube Taurino Vilafranquense - Visto: 719
Jornada ao toureio na Catalunha em Vila Franca

O Clube Taurino Vilafranquense levou a cabo mais uma iniciativa de promoção, divulgação e defesa da Festa Brava.

Desta feita a iniciativa foi realizada uma "Jornada ao toureio na Catalunha", que se realizou no Tentadero do Cabo com a presença de ilustres representantes do melhor que há na "Fiesta".

 

Galeria Fotográfica da  Jornada ao toureio na Catalunha - Clique Aqui!

 

Comunicado Clube Taurino Vilafranquense:

Vila Franca de Xira, através de uma iniciativa do Clube Taurino Vilafranquense, quis associar-se à luta pelo toureio na Catalunha, reconhecendo e homenageando os seus aficionados e toureiros.

A jornada da passada 6ª feira, dia 26 de Novembro, iniciou-se com um tentadero no que intervieram Serafin Marín, António João Ferreira e Nuno Casquinha que lidaram seis bezerras da Ganadaria de Nuno Casquinha, na arena do Tentadero do Cabo.

Após um concorrido jantar de confraternização na sede do Clube Taurino, seguiu-se um colóquio intitulado «Ser Catalão, matador e aficionado» no Auditório da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira no que participaram o Maestro Joaquín Bernadó e Serafín Marín, sob moderação de João Queiroz.

Numa noite gélida, o auditório encheu «até à bandeira» com pessoas de todas as idades, com aficionados preocupados pelos acontecimentos que têm tido lugar na Catalunha, e com vontade de saber o que realmente se passa numa terra que tantas ligações afectivas tem a Vila Franca.

Ouviram do Maestro Bernadó episódios taurinos hilariantes dos tempos em que Barcelona dava mais espectáculos por temporada que a própria Monumental venteña, acabando também por reconhecer e apontar muitos dos erros empresariais que levaram ao afastamento da população da sua praça Monumental. Serafín Marín , símbolo actual do toureio catalão e desta luta contra o anti-taurinismo, que agora começa a colher os seus frutos, contou-nos em primeira pessoa os esforços que têm sido feitos pelos taurinos e as pressões políticas que estão por detrás desta proibição que acredita poder ser reversível. O matador que mais troféus cortou ao longo das últimas temporadas na Monumental, depois de contar as dificuldades que teve até tomar a alternativa, afirmou sentir-se abandonado pelas figuras do toureio, desde o momento em que as crianças menores de 14 anos foram proibidas de assistir a espectáculos taurinos em praças da Catalunha.

O colóquio extremamente esclarecedor agradou e criou paixão à repleta plateia, demonstrando que o toureio está bem vivo, ao contrário do que defendem quatro analfabetos intolerantes e meia dúzia de políticos complexados.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.