Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Resumo da Temporada 2009 na Arena d´Évora - A Capital do Forcado

Em vésperas de ter inicio a temporada 2010 na Arena d´Évora, nós mostramos um pouco daquilo que foi 2009.

25 de Março de 2010 - 16:30h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1031
Resumo da Temporada 2009 na Arena d´Évora - A Capital do Forcado

Em vésperas de ter inicio a temporada 2010 na Arena d´Évora, nós mostramos um pouco daquilo que foi 2009.

No terceiro ano consecutivo à frente dos destinos da Arena d´ Évora a empresa Terra Brava não poupou esforços para que a aficion eborense não saísse desfraldada, embora a determinada altura da temporada o taurodromo eborense tenha registado uma quebra de publico na bancada, que pode ser associado a meses que coincidiram com muitas corridas na zona e o facto de serem meses em que as pessoas se retraíram economicamente devido ás férias de Verão, a emoção nunca deixou de estar presente.

A Arena d´ Évora iniciou a Temporada 2009 com a II Festa do Forcado. Uma festa em que deixou a praça de toiro pelas costuras durante a tarde com a demonstração de sorte antigas, actuação que forcados infantis e veteranos e o Concurso de Pegas de Cernelha, onde saíram vencedores os forcados da Tertúlia Tauromáquica Terceirense vindos dos Açores.

O cartel para a corrida de abertura da temporada de Évora estava bastante bem rematado composto pelos cavaleiros Rui Salvador, Rui Fernandes, Vítor Ribeiro e o praticante João Soller Garcia, que fazia a sua apresentação após ter prestado prova de praticante em Barrancos, mas o maior aliciante deste cartel era os forcados mexicanos Amadores de Mazatlán que puseram a praça completamente em delírio justificando em pleno a sua presença, os amadores de Alter do Chão tiveram uma noite muito dura.

O segundo espectáculo da temporada foi o tradicional e prestigiante 50º Concurso de Ganadarias e 2ª Concurso Luso-Espanhol, a contar com praça esgotada, num confronto de ganadarias Portuguesas e Espanholas. Neste confronto os toiros lusos levaram a melhor com destaque para os exemplares de Murteira Grave (vencedor dos prémios de apresentação e bravura) e o da ganadaria Palha.

Os cavaleiros em praça foram João Moura, António Ribeiro Telles e António Brito Paes todos eles cumpriram com a função brindado o publico presente com boas lides. No capítulo das pegas os Amadores de Montemor e Évora não deixaram os créditos por mãos alheias e rubricaram grandes actuações.

Este ano a Arena d´ Évora contou com o regresso da animada Garraiada Académica, com momentos muito hilariantes e com uma boa actuação do cavaleiro amador Mateus Prieto a deixar muito boa impressão.

A Tradicional Corrida de S. Pedro foi a quarta da temporada eborense correu com grande ambiente contando com uma boa lotação da praça e com um confronto de gerações com os cavaleiros Joaquim Bastinhas, António Ribeiro Telles, Rui Salvador, Bastinhas Jr, Tiago Carreiras e João Salgueiro da Costa. Neste confronto os mais novos levaram a melhor com grande destaque para Bastinhas Jr e Tiago Carreiras. Os Amadores de Évora pegaram a solo um imponente curro de seis toiros Murteira Grave (o melhor da temporada) e tiveram uma tarde muito dura de grandes pegas.

A XII Tourada Real tinha honras televisivas, com um cartel que fazia prever muita emoção nas bancadas e boa muita gente nas bancadas, mas isso não se registou…os cavaleiros foram João Moura Caetano, João Moura Jr., João Telles Júnior, todos cavaleiros de dinastia, mas o curro insonso da ganadaria Passanha não permitiu grandes emoções, valeu as boas actuações dos Amadores de Santarém e Évora com destaque para as pegas de cernelha que ambos os grupos executaram.

O sexto espectáculo da temporada foi a Corrida Olá! Alentejo, que fazia anunciar um inédito curro Palha para os Cavaleiros, Luís Rouxinol, Vitor Ribeiro, Francisco Palha e para os Amadores de Montemor em noite de comemoração dos 70 de anos de existência. Apesar de ter sido uma boa corrida faltou mais bravura e trapio aos toiros da divisa azul e branca, numa corrida onde a expectativa era imensa, visto haver muitos anos que não se assistia a um curro completo da ganadaria Palha nas praças portuguesas.

A temporada chegava à recta final e as corridas de toiros na Arena d´Évora também. A Corrida dos Triunfadores associada à Casa do Benfica de Évora contou com a presença dos cavaleiros Rui Fernandes, João Telles Jr e Tiago Carreiras e a pegarem solo os Amadores de Évora. Diante um curro “mansote” da ganadaria espanhola Alcurrucén, todos os intervenientes estivera em bom plano fechando com chave d´ouro a temporada eborense no capítulo das corridas de toiros.

Em Outubro como também vem sendo habitual a Terra Brava organizou um Festival de Beneficência associando-se à Caritas Diocesana de Évora que contou com a solidariedade e presença de cavaleiros menos rodados mas decididos a triunfar. Em praça estiveram Francisco Núncio, Tomás Pinto, João Soller Garcia, Francisco Zenkl, Manuel Vacas de Carvalho e Mateus Prieto. As pegas estiveram a cargo do Grupo de Forcados "EBORENSES", composto só por forcados naturais de Évora. Foram lidadas boas reses das ganadarias Manuel Coimbra, Murteira Grave, Passanha, Pégoras, e Sociedade Agríc. Rio Frio. Foi um festival que contou com muita gente nas bancadas e com grandes actuações tanto dos cavaleiros como dos moços das jaquetas de ramagens.

No global pode-se dizer que a Arena d´ Évora em 2009 foi uma praça de grande referência no panorama tauromáquico nacional, com carteis muito bem rematados e com emoção nas bancadas.

Que a temporada de 2010 traga tantos êxitos como a de 2009 e a sorte seja repartida por todos.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.