Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Alcochete foi Praça Cheia

Alcochete foi Praça Cheia, na Homenagem Póstuma a Fernando Quintela
31 de Março de 2019 - 18:49h Crónica por: - Fonte: Sónia Batista - Visto: 780
Alcochete foi Praça Cheia

Ao som de “Ave Maria” de Schubert e com praça totalmente cheia, Fernando Quintela foi homenageado com enorme sentimento, por todos os presentes, na castiça praça de Touros de Alcochete.

A primeira parte, artisticamente resultou mais agradável, com Rui Fernandes, a lidar um Passanha de 430 kg, mantendo o seu estilo exuberante, com ladeios, sortes cambiadas e terminando a atuação com um vistoso curto, cravado em sorte frontal e rematado com pirueta.

Diego Ventura, uma figura dotada da exuberância própria do rejoneio, cravou dois compridos a curto, no exemplar de Maria Guiomar Cortes Moura com 525kg. Nos curtos os quiebros com qualidade, foram a constante e na parte final da sua lide optou por uma sorte frontal com o cite adornado de uma reverência (quando o cavalo alonga um ou ambos os anteriores, baixando a cabeça em atitude de reverência).

Para a apoteose, cravou uma par de bandarilhas, ao natural, ou seja com o cavalo sem cabeçada, mostrando toda a arte toureira da sua quadra.

Filipe Gonçalves, teve pela frente um Romão Tenório de 515kg e cravou-lhe duas vistosas tiras na ferragem comprida.

Na ferragem curta, bonitos quiebros terminando com um par de bandarilhas em sorte frontal.

João Ribeiro Telles, perante um exemplar de David Ribeiro Telles de 520kg, andou mais discreto do que o habitual.

Cravou três bandarilhas em sorte frontal e culminou a lide com dois ferros de palmo e uma rosa.

Francisco Palha teve uma tarefa bastante árdua pela frente, porque o Passanha de 420kg, era manso perdido e o cavaleiro teve de empregar muito ofício na lide, para conseguir uma atuação digna, como o fez.

Mara Pimenta, com uma lide crescente ao Prudêncio de 410kg. Mais correta na ferragem curta, optou por marcações ao pitón e terminou com dois palmos de frente.

 

As pegas estiveram a cargo, do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, grupo ao qual pertencia Fernando Quintela e organizador deste festival.

Vasco Pinto consumou à 3ª tentativa à barbela, Ruben Duarte à 3ª, Nuno Santana à 2ª à córnea, Vítor Marques dobrou João Belmonte e consumou à 4ª de sesgo. Diogo Vivo e João Ferreira numa correta cernela e João Machacaz fechou-se à córnea logo no 1ºintento.

 

Nota negativa a algum do público, que não respeitou a restante audiência e principalmente não respeitou o cavaleiro Rui Fernandes, que estava atuar, porque apesar de Alcochete ser uma terra aficionada, em toda a primeira lide, houve pessoas a entrar nos setores.

 

 

 

 

 

 

 

Foto Fernando Clemente

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.