Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Lisboa Rendeu-se a Rouxinol Júnior

Crónica da última corrida do Campo Pequeno
28 de Julho de 2019 - 14:14h Crónica por: - Fonte: Sónia Batista - Visto: 514
Lisboa Rendeu-se a Rouxinol Júnior

Na passada noturna do Campo Pequeno, Luís Rouxinol Júnior, saiu triunfador, recebendo o terceiro Grave, com uma extraordinária porta gaiola.

Na ferragem curta, optou por sortes frontais bem rematadas e terminou com uma rosa muito aplaudida. É de destacar também a brega a duas pistas.

Perante o sexto touro, o jovem cavaleiro andou melhor na ferragem curta, principalmente na quinta bandarilha a qual recebeu ao estribo dando primazia ao touro.

 Nas últimas duas bandarilhas, tentou o violino mas o touro não permitiu, optando por resolver em sorte frontal, até que no último curto conseguiu cravar em violino.

João Ribeiro Telles, destacou-se mais na primeira atuação que na segunda. Resolveu a primeira, optando por desenhar sortes frontais.

Na segunda atuação, optou principalmente por batidas fortes ao piton contrário, algumas vezes não tão ajustadas como nos tem habituado, porém a brega foi magnifica em ambas as prestações.

Francisco Palha, viu o seu primeiro a ser devolvido. Como tal lidou o segundo do seu lote em seguida, ficando por uma lide discreta, cravando em sortes frontais os ferros da ordem.

Ao lidar o touro sobrero, evoluiu na lide e destacou-se no quarto e no sexto curto marcado ao piton.

Sobre as pegas destacou-se o Grupo de Forcados de Coruche com o cabo José Macedo Tomas a dobrar Miguel Barbosa, consumando à barbela; João Ferreira à quarta tentativa e António Tomás à segunda.

Pelo Grupo de Forcados de Santarém, Lourenço Ribeiro à primeira, Joaquim Grave à quarta e a bronca da noite na pega do quinto touro, que partiu um piton ao investir na trincheira e a pedido do cabo, o diretor de corrida permitiu uma pega de cernelha. A parelha de cernelheiros entraram e nada fizeram, passando sem autorização para uma pega de caras. 

Fica por reflectir e analisar, o respeito pelo Touro Bravo, relativamente a esta pega a um touro lesionado.

Dirigiu correctamente o director Tiago Tavares, que apenas pecou por ter cedido a cernelha a um grupo que não soube respeitar as duas directrizes.

 

Texto Sónia Batista

Foto Nuno Almeida

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.